A maioria das pessoas está com gordura em excesso

obesidade1

A maioria das pessoas está com gordura em excesso

A cirurgia bariátrica, redução de estômago, tem se tornado uma das principais armas no combate à obesidade, que, segundo pesquisadores, tem se tornado um problema de saúde pública.
Não por acaso, estudo recente, publicado pela revista Frontiers in Public Health. Mostram que 76% da população mundial está com excesso de gordura. É claro, que boa parte dessas pessoas não se encaixam num quadro sério de obesidade, mas o índice reforça o risco que a obesidade tem trazido para saúde da população mundial.
A categoria de excesso de gordura, segundo a pesquisa, engloba pessoas de peso normal, mas com fatores de riscos aumentado para doenças crônicas pela gordura abdominal alta e as pessoas com a chamada obesidade metabólica.

A pesquisa pretende alertar para o crescimento dos fatores de risco, onde os termos “overfat” (excesso de gordura) e “underfat” descrevem estados novos da composição de corpo.

De acordo com o estudo, entre 9% e 10% da população mundial pode estar abaixo do peso, o que inclui casos de doenças como anorexia.

Combater a obesidade tem se tornado cada vez mais um problema de saúde pública. A vida moderna tem induzido as pessoas a optarem por comidas prontas, com excesso de sódio, ao sedentarismo (falta de prática de exercícios físicos), aumentando os casos de obesidade e obesidade mórbida.

Com a cirurgia bariátrica é possível reduzir os casos, mas também é necessária uma mudança de comportamento da população.

Entenda a doença

A obesidade é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal. Para o diagnóstico em adultos, o parâmetro utilizado é o índice de massa corporal (IMC).

O IMC é calculado dividindo-se o peso do paciente pela sua altura elevada ao quadrado. É o padrão utilizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que identifica o peso normal quando o resultado do cálculo do IMC está entre 18,5 e 24,9. Para ser considerado obeso, o IMC deve estar acima de 30.

O Brasil tem cerca de 18 milhões de pessoas consideradas obesas. Somando o total de indivíduos acima do peso, o montante chega a 70 milhões, o dobro de há três décadas.

Os comentários estão encerrados.

Send this to friend