Cresce a procura pela cirurgia bariátrica

cirurgiabariatrica

Cresce a procura pela cirurgia bariátrica

Levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), mostra que a realização de cirurgias bariátricas (redução de estômago), aumentou 7,5% no Brasil durante o ano passado, passando para cerca de 100 mil procedimentos ante a 93,5 mil registrados em 2015.

O aumento está relacionado também com o crescimento dos casos de obesidade no país. Estima-se que 70 milhões de brasileiros estejam acima do peso.

Considera-se obeso quem está com o IMC (Índice de Massa Corpórea) acima de 30. O índice é calculado levando-se em conta o peso e a altura da pessoa.

A cirurgia bariátrica junto com um atendimento multidisciplinar que inclui acompanhamento psicológico, fisioterapeuta, nutricionista, além do cirurgião bariátrico que fará a cirurgia, tem sido uma das formas para pessoas com obesidade conseguirem reduzir o peso.

A redução de peso ocorre, principalmente, nos dois primeiros anos, junto com a reeducação alimentar e prática de exercícios, e depois a tendência é de que o peso da pessoa se estabilize.

A obesidade já é tratada como o mal do século por médicos e especialistas no mundo todo e a cirurgia bariátrica contribui para o controle ou remissão de diversas doenças associadas à obesidade como, por exemplo, a hipertensão arterial, problemas nas articulações, coluna e diabetes tipo 2.

No ano passado, o Ministério da Saúde e o Conselho Federal de Medicina (CFM) estabeleceram novas regras para a realização de cirurgia bariátrica no Brasil ampliando para 21 o número de doenças associadas à obesidade que podem levar à indicação da cirurgia bariátrica nas pessoas com obesidade severa.

De acordo com essa norma, pacientes com IMC maior que 35 kg/m² e afetados por doenças como diabetes, apneia do sono, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, doenças osteoarticulares e doenças como hérnias de disco, artroses e inúmeras outras doenças mencionadas com a nova medida também podem fazer a cirurgia para redução de estômago.

Os comentários estão encerrados.

Send this to friend